sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Pedrinho Callado  
Compositor - Músico - Produtor Musical




Nascido em Belém, é compositor, arranjador, músico, produtor musical e ativista cultural, estudou música na Universidade Federal do Pará, e ainda fez outros cursos e workshop’s de composição, arranjo e harmonia com maestro búlgaro Ian Guest, Nelson Freire e Délia Fisher, Nelson Faria, entre outros. Ainda adolescente, morou no Jurunas onde conviveu com o grande Verequete, que morou naquele bairro recebeu influências do Mestre, em especial o carimbó, muito embora tinha contato profundo com a mpb e outro gêneros. Possui dezenas de composições gravadas por impostates cantores.
Foi premiado nos festivais mais importantes do Pará como: Bienal de Música Internacional de Belém, Festival de Música dos Servidores do Estado (SERVFEST), Fecam-Marabá, Festival de Ourém, Festival de Carimbó de Marapanim/PA e foi primeiro lugar em no Festival de Música de Santarém Novo/PA, entre outras dezenas. Também consegui os primeiros lugares Brasil afora como nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espirito Santo, Pernambuco, Maranhão, Sergipe, Amapá, Amazonas e Goiás. Representou o Estado da Bahia no Festival da Rede Globo (CANTA-NORDESTE).
Participou como arranjador dos Cd’s: 60 anos do Banco da Amazônia, Made in Pará, BASA-Quinta Cultural e dos cantores: Mário Mouzinho, Nazaré Pereira, Fabrício dos Anjos, Karina Ninni, no CD de José Maria Villar (interpretada por Lucinha Bastos), Edson Abreu, Anny Lima, Felipe Cordeiro, Silvia Tavares, Zé Valdir, Álvaro Kamara, Ivan Cardoso, Lucio Mouzinho, Adriano Cardoso, Lidia Belo, Letícia Luz. Fez arranjo para várias outras coletâneas como o cd do BALDE COLETIVO. Pará.
Em 2004 foi contemplado com uma bolsa de pesquisa pelo Instituto de Arte do Pará (IAP), que gerou o CD “Etnomúsica”, contendo vários ritmos pesquisados nas regiões e que contou com a participação especial de Marco André, Vital Lima, Any Lima e Lula Barbosa (SP) onde foi agraciado com o Prêmio Cultura de Música, promovido pela Fundação de Telecomunicações do Pará (FUNTELPA).
Fez uma turnê premiado pelo Banco da Amazônia me 10 cidades do Pará com grande repercussão do trabalho, destancando a cidade de Bragança/PA com 10  mil pessoas na praça pública
Elaborou e participou de várias trilhas para curtas como: Árvore da Benção, Sou Teu Maninha, Cartas da Irmã Doroth (com o ator Wagner Moura e Padre Fabio de Melo), Cabelo Seco com Milton Rocha, Além da Idealização e direção musical do projeto do Filme e CD TOQUE DE MESTRE em 2009 onde fez a pesquisa e produção, ainda por meio de pequisa (antigo IAP) produziu o doc GAMBÁ. Em 2009 lançou o CD HUM-HUM! Com várias participações como Lula Barbosa (SP) Eudes Fraga (CE), Mestre Verequete, Mestre Curica e Zé Miguel (AP) no CD Hum-hum! além dos convidados Lucio Mouzinho e Mel Ribeiro vocal.Produziu o Cd do Tribunal de Justiça com participações de Nilson Chaves e Lucinnha Bastos  e mulheres presidiária do sistema penal do estado do Pará. Recentemente a cantora LUCINHA BASTOS gravou em seu DVD/CD a música de Banjo na Mão, e uma outra versão de Nazaré Pereira.Pré-Selecionado para o TERRUÁ Pará 2013. Foi diretor musical do documentário 100 ANOS DE VEREQUETE produzido pela FUNTELPA. Fez direção musical para o programa da TV LIBERAL SONS DO PARÁ JUNTO A G2 Comunicações durante 3 anos. Fez o Show CIDADE COM LIVRARIA, LIVRARIA A CIDADE com grande repercussão na capital Belém para o lançamento da revista virtual BALDE.Idealizador do projeto BALDE DO CALLADO E COLETIVO CARIMBADA, de tranversalidade com participação de vários artista paraenses. Foi destaque na música no Baile dos Artistas em 2015. Lançou a revista cultural BALDE – Cultura e Cena em 2016,ainda neste ano 2016, ganhou melhor arranjo em Ourém e ainda tercerio lugar no festival de música paraense pela TVRBA em Belém.Lançou seu novo CD “Música na Rede é Peixe” do qual está em temporadas em espaços culturais e turnê paraense. Contemplado com prêmio SEIVA da Fundação Cultural do Pará em Agosto de 2017 para gravação do álbum LELEL6E DO CARIMBÓ.


REDES SOCIAIS

FACEBOOK


PÁGINAS DO FACEBOOK


INSTAGRAM
TWITTER

quinta-feira, 7 de setembro de 2017





O Projeto Lelelê do Carimbó consiste em uma gravação e um show de novas composições do músico PEDRINHO CALLADO, as quais resultarão de uma pesquisa rítmica para a geração de uma composição diferenciada. Tal criação consistirá na fusão do principal ritmo da cultura amazônica urbana e nativa, o carimbó em suas várias vertentes. Deveremos direcionar a pesquisa sobre quatro olhares: o primeiro, da praia da região do Atlântico Paraense, presente especialmente no Nordeste Paraense, conhecido como Região do Salgado, destacando as cidades de Marapanim, Curuçá, Maracanã, Salinas; o segundo, da ilha do Marajó, destacando as cidades de Soure, Salvaterra, Cachoeira do Ararí, o terceiro, na região de Santarém (Baixo Amazonas), e ainda a região Metropolitana de Belém com os ritmos da guitarrada com as expressões de identidade da cultura mundial, passeando por elementos acústicos, eletroacústicos e eletrônicos, INCLUINDO SAMPLES que gerará novo gênero e rítmicas diferenciadas e únicas.

FASE DE GRAVAÇÃO
                     

        





segunda-feira, 28 de novembro de 2016

MÚSICA NA REDE É PEIXE


MÚSICA NA REDE É PEIXE




ÁLBUM CD MÚSICA NA REDE É PEIXE
QUARTO DE PEDRINHO CALLADO
Participações: Felipe Cordeiro, Mario Mouzinho,
 Chimbinha, Edilson Morenno, Larissa Leite.

Capa do novo e contracapa que compõem o encarte 



MÚSICA NA REDE É PEIXE
QUARTO ÁLBUM DE PEDRINHO CALLADO

Quarto álbum com ritmos regionais como carimbó, xote, merengue e guitarradas. Um passeio pelos ritmos amazônicos, porém, com uma leitura moderna do tradicional que dá à esses gêneros musicais uma identidade totalmente atualizada. Assim, podemos definir o novo cd de Pedrinho Callado, um dos maiores representantes da música popular paraense.
O repertório inclui música dos CD ́s editados anteriormente e composições inéditas ainda em fase de gravação, como como ‘Cidade com Livraria, Livraria a Cidade’, ‘Música na rede é peixe’, que dá nome ao disco, além de Bicharada Ziza Padilha, Ampassã com Manoel Corderio e Ziza, Cumbia Na Paulista com Almino Henrique, Bilhete com o poeta Marcio Galvão entre outras.
O ábum tem a participações de Felipe Cordeiro que é parceiro na música O AMOR É FOGO, Chimbinha da banda Calipso, Edilson Moreno, ainda tem participações nos vocais do compositor Sergio Souto, Alcyr Guimarães, Adilson Alcantara, Charles Andi, Adriano cardoso Paulo Madona, com direção musical e arranjos de Ziza Padilha e Pedrinho Callado, e Manoel cordeiro com musico e arranjador e ainda executando instrumentos.
Trabalho vem expressar uma identidade própria de sua Região de origem, a Amazônia, sem deixar de lado em nenhum momento a possibilidade do flerte com um som que pulse moderno e universal. A partir do Carimbó (um dos mais importantes ritmos da Amazônia), sempre presente em seu trabalho, o artista buscou extrair levadas aliadas a um sotaque mais contemporâneo e que pudessem gerar um toque enriquecido de sabores inusitados. O namoro com os graves dos tambores também é outra particularidade que distingue este trabalho.

PEDRINHO CALLADO FALA SOBRE O ALBÚM

“Então, aqui reencontro a genética musical da beira rio, pois morei no Jurunas e este bairro sendo banhado pelo rio Guamá, trás esta estética colorida dos sons que vem do interior e misturam a com os da capital que geram uma estética única, com presença sonora e uma grande força.
A maioria dos meninos de nossa época ouviam, entre outras coisa, merengue, lambada, guitarrada, brega, carimbó e músicas que rolavam nos meios de comunicação da época.  foi passando e neste álbum estamos embaralhando tudo, e que tenha nossa pegada. O som da guitarra que apimenta nosso jeito de tocar é muito presente, já que os três arranjadores (P.Callado, Ziza Padilha e Manoel Cordeiro) a tem como instrumento principal no álbum.
Também toquei o Banjo de Carimbó que foi feito pelo Mestre Favacho de Marapanim, fui para os teclados, e programações para fechar o trabalho do jeito que pensávamos. Meu obrigado aos amigos Ziza Padilha, Manoel Cordeiro, Ney Rocha, Chimbinha, Felipe Cordeiro, Edilson Morenno, Mário Mouzinho

FICHA TÉCNICA DO ÁLBUM

Produtor fonográfico: Pedrinho Callado
Direção Musical: Ziza Padilha e P.Callado
Mixagem: Carlos Valle e Ziza Padilha
Pré Masterização: Carlos Valle/ Ziza Padilha
Arranjos: Ziza Padilha, P.Callado e Manoel Cordeiro
Pré produção: Pedrinho Callado
Gravação: Zarabatana Estúdio
Participações: Chimbinha, Felipe
Cordeiro, Edilson Morenno,
Mario Mouzinho, Larissa Leite, SoloJahn.
Fotos: Glauber Pontes (G2)
Desenhos: Pedrinho Callado


 MÚSICAS 
       
MÚSICA
AUTOR
      1.     Bicharada
Pedrinho Callado/Ziza Padilha
     2.    A Mina
Pedrinho Callado
     3.    Destampei o Coração
Pedrinho Callado
     4.    A Moça Daquela Rua
Pedrinho Callado
      5.    Amor é Fogo
Pedrinho Callado/ Felipe Cordeiro
      6.    Ampassã
Pedrinho Callado/Ziza Padilha
Manoel Cordeiro
     7.    Tenho um Plano pra Gente
Pedrinho Callado
     8.    Bilhete
Pedrinho Callado/ Marcio Galvão
     9.    Cumbia na Paulista
Pedrinho Callado/Almino Henrique
    10. Música na Rede é Peixe
Pedrinho Callado
     11. Cidade com Livraria, Livraria a Cidade
Pedrinho Callado
      12. Pra Caramba
Pedrinho Callado

BANDA

PEDRINHO CALLADO - Guitarra
ZIZA PADILHA - Guitarra (Back Vocal)
NEY ROCHA - Baixo (Back Vocal)
DUDA SILVA – Bateria (Back Vocal)
PATRICIA RABELO - Vocal
PERCUSSÃO – Billa Boy
FIGUEREDO JR -guitarra
­


SERVIÇO

SHOW DE LANÇAMENTO DO CD
MÚSICA NA REDE É PEIXE
SHOW DIA 11/01. 21H
LOCAL: FITEIRO (DOCA C/ SEN.LEMOS).

INFORMAÇÕES: (91) 98152-5757

Pedrinho Callado   Compositor - Músico - Produtor Musical Nascido em Belém, é compositor, arranjador, músico, produtor musical...